Casa de Docim - A Casa - História

Casa de Docim possui uma edificação inserida num contexto de turismo de habitação em tipologia rural, em que a envolvência da habitação estava intrinsecamente ligada a atividades agrícolas.

O início da sua construção remonta ao séc XVIII, tendo sido sucessivamente alterada até à década de 20 do séc XX. Os últimos 90 anos foram de inatividade e, consequentemente, de um inevitável envelhecimento, muito embora essa tenha sido uma das causas da preservação da sua identidade, quer ao nível da arquitetura, quer dos “hábitos”, o que permitiu que o edifício mantenha até hoje a sua essência e singularidade.

A Casa de Docim nunca teve a menor intenção de ostentação, e pretende-se perpetuar essa discrição, em que tudo se mede pelos cânones de vida sóbria e digna, e se prolonga em gestos, hábitos e objetos marcadamente rurais, sem prescindir do saber-viver como o prazer de usufruir de um fim de tarde, abrigado do frio numa salamandra ou lareira, confortado por um teto de maceira habilmente pintado.

O jardim vagueia entre hábitos burgueses, as camélias e o bucho, e as atividade rurais, as hortaliças e o pomar, lado a lado, sem preconceitos.

A Casa de Docim é assim!